06 março 2013

Primeiro encontro dos professores de primeiro ano

POR QUE PENSARMOS A ARTE COMO BASE EPISTEMOLÓGICA PARA UMA PEDAGOGIA DA INFÂNCIA?
Porque a arte reclama o homem inteiro, diria o alquimista. 
E Manoel de Barros acrescentaria: porque 
A ciência pode classificar e nomear 
os órgãos de um sabiá 
mas não pode medir seus encantos. 
A ciência não pode calcular quantos cavalos de força
Existem nos cantos do sabiá.
(...) A dinâmica que constitui este processo de formação da pessoa se compõe de dois processos articulados: a apropriação, que se expressa na categoria de interiorização ou internalização, e a objetivação, que pode ser compreendida pela ideia de externalização, de expressão. Só há crescimento cultural da criança se houver, por um lado, a apropriação da cultura e, por outro, a objetivação, isto é, a expressão dessa cultura que a criança vai internalizando e que vai sendo marcada pelo sentido que ela atribui àquilo que vai aprendendo. Por isso, a quantidade e a qualidade do acesso da criança à cultura acumulada garantem a formação e o nível em que se dará a formação de sua inteligência e de sua personalidade. Quanto maior e mais diversificado for o acesso da criança à cultura, mais alto o nível de formação de sua inteligência e personalidade. 
O motor dessa dinâmica apropriação/objetivação, ao longo de toda a história, é a necessidade humana. Em outras palavras, a criança – como as pessoas, de um modo geral – não se apropria de todo o mundo da cultura e da natureza, mas seleciona aquilo que responde às suas necessidades, interesses, desejos. Além disso, a criança só se apropria dos usos dos objetos e instrumentos, dos costumes, das linguagens, enfim, da cultura acumulada, se ela for ativa neste processo, ou seja, se ela puder internalizar e expressar o que vai conhecendo, vivendo, experimentando. Isto significa dizer que a criança não é objeto, mas sujeito desse processo de apropriação/objetivação: participa intensamente nele, atribuindo significado ao que vai conhecendo. Suely Amaral Mello 
Fotos do encontro:
Clique com o botão direito em "Abrir link em uma nova guia"

Nenhum comentário:

Postar um comentário